shutterstock_558086152_menor

Treinamento esportivo: variação de desempenho do atleta na temporada

Um estudo interessante realizado por pesquisadores da Nova Zelândia verificou o quanto a performance varia de uma competição para outra em ciclistas de elite. Eles encontraram os seguintes resultados sobre a variação da performance em provas e no treinamento esportivo:

Ciclismo de estrada:
– 0,4% nas Copas do Mundo de ciclismo de estrada com trabalho de equipe;
– 0,7% no Tour de France com trabalho de equipe;
– 1,7% no contrarrelógio individual do Tour de France;

Mountain bike:
– 2,4% nas Copas do Mundo de mountain bike;

A menor variação de performance nas provas ou no treinamento esportivo de ciclismo de estrada pode ser explicada pelo trabalho de equipe, o que favorece maior estabilidade do desempenho de uma prova para outra. Já que um ciclista cansado pode descansar na roda de outros atletas mantendo o rendimento.

Já no mountain bike, as diferenças no percurso, a influência de uma boa largada e interferência de outros atletas, da habilidade técnica do piloto e também da recuperação física de uma prova para outra pode explicar a maior variação no rendimento.

Os dados acima mostram que existe uma variação normal da performance de uma competição para a outra e no treinamento esportivo. A avaliação do desempenho deve ser pautada seguindo as particularidades de cada atleta e de cada modalidade, para assim fazer uma interpretação mais realista dos resultados em prova.

Referência: Paton, C. D.; Hopkins, W. G. Variation in performance of elite cyclists from race to race. Eur. Journal of Sports Science, p. 25-31, 2006.